Fast Share: o AirDrop do Android para envio de ficheiros

Casal com smartphones Android

À semelhança do AirDrop da Apple, o Fast Share será a forma universal de partilhar ​ficheiros entre dispositivos Android​.

Ao contrário dos dispositivos com iOS,​ o software da Apple, atualmente não existe uma ​forma universal de partilhar ​ficheiros entre dispositivos Android​. Antes do Android 10​ — a versão mais atual —, os utilizadores podiam usar o Android Beam, uma ferramenta de partilha ​que usa NFC para emparelhar dois dispositivos via Bluetooth e transferir ficheiros de um equipamento Android para outro.​

Esta ferramenta tinha uma performance lenta e não era frequentemente usada. Assim, a Google decidiu não lhe dar continuidade na versão Android​​ mais recente. Sabe-se, no entanto, que uma possível substituição deste serviço substancialmente melhor​ está neste momento em desenvolvimento.

Essa alternativa terá o nome de Fast Share e os detalhes​ apareceram pela primeira vez no final de junho do ano passado. A Google tem trabalhado continuamente nesta “concorrente” do Apple AirDrop e a implementação mais recente redesenhou a forma de partilha de ficheiros e ainda realojou este recurso na aplicação Configurações​.​​​

Aparentemente, o Fast Share ​usa o Bluetooth para iniciar um “aperto de mãos” entre dois dispositivos antes de transferir ficheiros via Wi-Fi Direct. Desta forma, o processo é muito mais rápido do que transferir via Bluetooth, como no Android Beam.

Ficheiros com gigabytes ​de tamanho já podem, assim, ser transferidos. A aplicação Files by Google ​incorpora uma ferramenta de partilha de ficheiros, mas ambos o remetente e o destinatário têm de ter a app instalada para poder fazer uso da mesma.

Por outro lado, o​ Fast Share ​faz parte do serviço Nearby (“Proximidade” em tradução literal) no Google Play Services​, o que são boas notícias para todos os utilizadores de equipamentos Android certificados​ — existem mais de 2,5 mil milhões em uso ativo.​

Devido à forma como o Fast Share ​funciona, é de esperar que o recurso esteja disponível nas versões mais modernas do sistema operacional Android​. Assim sendo, esperamos que essa nova ferramenta de partilha de ficheiros esteja amplamente disponível devido à prevalência do Google Play Services.​

 

Configurações ​do Fast Share ​

Nas versões anteriores, as configurações eram localizadas na aplicação homónima e depois em “Google”, onde normalmente estão localizadas as páginas de configurações dos recursos do Google Play Services. Agora, essa página de configurações está localizada em “Dispositivos conectados” e “Preferências de conexão no Android 10”.

Desde que a funcionalidade Fast Share foi detetada inicialmente que a página de configurações adicionou uma opção para trocar contas do Google, o que é necessário para sincronizar as configurações de Preferred Visibility (“Visibilidade Preferida”). Recordamos que a Visibilidade Preferida​ permite que o seu aparelho esteja sempre visível a outros utilizadores que estão a usar o Fast Share, mesmo que não esteja ativamente a usá-lo.

 

O envio de ficheiros

Se selecionar um ou mais ficheiros para partilhar, verá o ​Fast Share​ entre as várias opções de partilha disponíveis. Quando o usa pela primeira vez é exibido um painel de Setup (ou “Configuração”) que permite personalizar o nome do dispositivo e sua Visibilidade Preferida.

O seu smartphone irá procurar outros dispositivos nas proximidades que tenham optado pelo ​Fast Share. Selecionar um dos dispositivos ​listados iniciará uma transferência de ​ficheiro com um PIN que o destinatário ​confirmará.

Para já, ainda não é claro ​se será possível partilhar com dispositivos Chrome OS, iOS ou Wear OS.​

 

Receber ficheiros​

Para receber ficheiros através do Fast Share irá receber uma notificação informando-o que um dispositivo deseja enviar ficheiros, os quais pode negar ou aceitar após verificar o PIN. ​Selecionar a notificação abrirá uma atividade em fullscreen que inicia a verificação de dispositivos próximos. ​

Se uma solicitação de transferência de ficheiro for recebida, o utilizador verá essas informações no meio do ecrã. Se aceitar a transferência, terá a opção de dar visibilidade preferida a esse dispositivo.

 

Fast Share é um recurso em desenvolvimento

Este recurso está em desenvolvimento nos últimos meses e ainda não há uma data oficial de lançamento. O Fast Share é avidamente aguardado, uma vez que representa a primeira ​solução universal de transferência de ficheiros eficaz entre aparelhos Android.

É provável que tenha diversas utilidades e que mais sejam descobertas com o passar do tempo. De momento, podemos dizer-lhe que será particularmente prática quando estiver a viajar e quiser transferir imediatamente as fotos e os vídeos ​capturados, em vez de ter de os enviar para o Google Photos e depois partilhar via link.

Recordamos ao leitor que uma vez que o Fast Share ainda não chegou às mãos do público, o que significa que algumas das suas funcionalidades aqui referidas podem ser modificadas ou eliminadas pelos seus desenvolvedores antes do seu lançamento, da mesma forma que podemos ver outras a serem acrescentadas.

// RPT

DEIXE UMA RESPOSTA

Envie o seu comentário
Indique por favor o seu nome